DSC01867

O ingresso da criança na escola envolve mudanças e desenvolvimento, sendo fundamental que nós, adultos, estejamos atentos às novas necessidades dos pequenos. No período de adaptação dá-se a oportunidade para a criança ter experiências sociais diferentes da experiência familiar, fazendo contato com outras crianças em um ambiente estimulante, seguro e acolhedor.
É nesse espaço, vivenciando experiências prazerosas com a brincadeira, o contato com seu próprio corpo , com as coisas de seu ambiente, e a interação com outras crianças e adultos, que nossos pequenos poderão desenvolver capacidades relativas à autoestima, ao raciocínio, ao pensamento e à linguagem.

Aqui, no Colégio, para facilitar a adaptação da criança nos primeiros dias de aula, seu ingresso acontece de forma  gradativa,ou seja:  o tempo de permanência na Escola aumenta aos poucos , dia a dia.

O Colégio Piaget e seus professores, preocupados em atenderem bem seus alunos, prepararam alguns cuidados especiais nesse período tão importante para nossos pequenos e seus pais, proporcionando um ambiente tranquilo para a chegada dos pais e alunos.

As atividades  que foram programadas para esse período, atendem aos gostos e  interesses  das crianças, sendo adequadas a caída faixa etária .

No Maternal,  realizamos atividades onde todos pudessem se interessar e participar. Sabendo que nessa faixa etária, as crianças adoram brincar com água,preparamos atividades envolvendo água como: gincana com bexigas,  bolinhas de sabão e barquinhos de papel na água.

Preparamos também atividades com tintas, pois favorecem bastante a adaptação escolar dos pequenos.Todos ficaram eufóricos com as pinturas. As músicas, histórias, brincadeiras e jogos pedagógicos, também contribuíram no envolvimento dos pequenos com o Colégio.

No Pré I, realizamos atividades lúdicas e recreativas no parque e no brinquedão, brincamos de massinha utilizando diversas forminhas para nossos pequenos criarem formas e animais.

Realizamos rodas de histórias e de músicas, brincamos com jogos de encaixe e jogos pedagógicos.

Realizamos também atividades de registro no caderno e de artes, utilizando os materiais novos e tintas variadas. Assim com brinquedos variados e diversos, muitas atenções, coleguinhas novos para conhecer e brincar, a adaptação foi muito gostosa e tranquila

Embora haja as diferenças individuais, a reação da criança nos primeiros dias, geralmente, é chorar e agarrar-se à pessoa que lhe é familiar;  porém, logo isso tende a passar, diminuindo gradativamente, visto que a criança já compreende melhor a separação, ciente de que será apenas por um tempo, conseguindo se envolver e interagir nas brincadeiras e atividades propostas .

Vale esclarecer que esses comportamentos são formas muito comuns que a criança encontra para reagir às novas situações.

Para uma melhor adaptação, acreditamos que, ao invés de pais e familiares saírem escondidos quando deixam a criança, é preferível que a criança veja e saiba que estão saindo, e que possa expressar sua tristeza ou raiva, sendo consolada por nós, educadores.

É nesse momento que podemos começar a estabelecer um vínculo afetivo mais estreito com nossos alunos.

Com o tempo, nossos pequenos perceberão que seus familiares voltarão sempre para buscá-las mais tarde ou se encontrarão em casa.

Sabemos que não será logo nos primeiros dias que a criança irá   gostar de tudo isso, pois o ambiente escolar é um mundo novo para elas, cabendo aos pais confiar na escolha que fizeram e transmitirem essa confiança aos filhos.Algumas dicas que ajudam a família neste início:
- explique para a criança que ela irá para a escola, onde irá aprender, brincar e encontrar outras crianças e adultos;
- na escola usamos roupas diferentes de nosso cotidiano; o uniforme é a roupa adequada para esse local de aprender e brincar;
- digam sempre a verdade para a criança;mesmo diante de seu choro, será mais benéfico para ela será saber que seus pais lhe disseram a verdade;
- não se atrase para levá-lo e ou buscá-lo após as aulas. Quando os pequenos percebem que os pais dos seus coleguinhas estão chegando, a ansiedade costuma aumentar;
- lembrar sempre que o choro faz parte desse processo. Se os pais cedem, a adaptação pode ficar mais difícil, estendendo-se por um tempo mais longo;
- evitar que a criança falte à escola durante esse período.
Sempre que houver dúvida, escrever na agenda para as professoras ou entrar em contato com a Orientadora Pedagógica, para trabalharmos em conjunto.

Agradecemos sua escolha e confiança.

Juntos, contribuiremos para o desenvolvimento integral de nossos pequenos.

Contem conosco!
Professoras: Jomara e Rosangela (Maternal) e Cristiane, Daniele e Luciana (Pré I)

 

Galeria de Fotos